Vereadora Fativan e dep. Azevedo intensificarão luta por escola cívico-militar

15/07/2021


 
 
Dando continuidade a uma de suas bandeiras de luta em Parnamirim, a vereadora Fativan Alves (PV) se reuniu, mais uma vez, nesta semana, com o deputado estadual, Coronel Azevedo (PSC), para intensificarem a agenda de atuação junto ao governo federal para viabilizar a escola cívico-militar, já sinalizada pela Presidência da República para o município. 
 
Pedagoga, Fativan entende que essa unidade ensino será muito importante para o município, especialmente se for implantada em uma comunidade que necessite de um modelo mais austero de educação – visto os recentes episódios de vandalismo na cidade, que inclusive destruíram a Escola Limírio Cardos Dávila.
 
Na reunião dessa quinta-feira (15) com o Coronel Azevedo, ficou definido que o deputado agendaria audiências em Brasília com representantes dos Ministérios da Defesa e da Educação, além de fazer vistorias às duas unidades de ensino municipal onde poderá funcionar a escola cívico-militar em Parnamirim: Escola Carlos Alberto, em Passagem de Areia, e a Escola Augusto Severo, no centro da cidade
 
HISTÓRICO
Após uma grande mobilização política, com audiências e debates na Câmara Municipal e Secretaria de Educação de Parnamirim, a vereadora Fativan confirmou, no dia 15 de março passado, na 17ª sessão ordinária, que essas duas escolas da cidade foram pré-selecionadas para participar do programa de escolas cívico-militares do Governo Federal (o município é considerado "pré-selecionado" porque ainda precisará atender "condições técnicas" para a implementação do programa). 
 
A luta do mandato da vereadora vem desde 2019, por meio da indicação N° 1.043/2019, que solicita a implantação de uma Escola Cívico-Militar para o Município. A iniciativa ocorre, principalmente, pelo fato das escolas militares serem bem vistas pela população, sobretudo, por seus índices de qualidade no ensino. Experiências positivas em outros estados e municípios revelam que os colégios militares apresentam bons resultados devido ao seu rigoroso padrão de qualidade, alcançando destaque no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) e no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). 
Segundo o texto-base do projeto, a caracterização de escola cívico-militar se dá pela ação de militares nas atividades de fora da sala de aula, não havendo interferência no pedagógico das escolas, que continuará sendo gerido pelo município.
 
Parlamentar que tem atuado para adesão do Rio Grande do Norte ao modelo de ensino cívico-militar, o deputado Azevedo participou de audiência pública proposta por Fativan. O parlamentar tem o ensino cívico-militar também como uma das metas do mandato e vem fazendo pronunciamentos na Assembleia Legislativa, além de também ter promovido audiência pública sobre o tema. Há alguns meses, esteve na Subsecretaria de Fomento ao Ensino Cívico-Militar, que é vinculada ao Ministério da Educação, em Brasília.