Haverá debate em 2022?

21/07/2021

Por: Otávio Albuquerque
Foto: metropoles.com

 

Mesmo não admitindo uma eventual derrota em 2022, se por acaso o voto impresso não seja estabelecido, o presidente Jair Bolsonaro ainda não ratificou sua presença no próximo pleito presidencial. Atualmente, o chefe do executivo federal aparece em notória desvantagem nas pesquisas eleitorais contra o petista Lula.
 

Em entrevista na última semana em meio aos seus apoiadores, Bolsonaro insinuou que pode não se candidatar à reeleição, uma vez que não acredita na confiabilidade do sistema eletrônico de votação. No entanto, o atual presidente ainda não apresentou provas que ratifiquem as fraudes suscitadas pelas urnas, quando ele apontou, por exemplo, que poderia ter vencido no primeiro turno de 2018.


Em consonância às suas denúncias, Bolsonaro lançou uma proposta de emenda constitucional ao Congresso, requerendo a mudança do sistema de voto no Brasil, que é eletrônico desde 1996. Porém, a possibilidade real de derrota do seu projeto condicionaria a presença do atual mandatário da nação na corrida presidencial


Por outro lado, seu maior rival na disputa e na tendência de polarização para o ano que vem, o ex-presidente Lula já garantiu sua presença no pleito em diversas ocasiões. A empreitada do petista pelo retorno ao poder foi fomentada pela decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) pela suspeição do ex-ministro Sérgio Moro, no processo da Lava-Jato.