Após pressão do SINDIPETRO-RN, Petrobras retoma negociação com Hospital

26/07/2021


 

Os problemas do plano de saúde da Petrobras em Mossoró ganham novos desdobramentos após pressão do SINDIPETRO-RN. Em reunião realizada nesta quinta-feira(15), o sindicato voltou a cobrar da Estatal a retomada do atendimento médico pediátrico no Hospital Wilson Rosado, em Mossoró/RN.

Na reunião desta manhã os dirigentes sindicais, José Araújo, Marcos Brasil e Pedro Lúcio, questionaram a gerencia da Assistência Multidisciplinar de Saúde(AMS) e da Estrutura Organizacional de Resposta (EOR) sobre a descontinuidade do serviço desde 2020, visto que ele faz parte do Acordo Coletivo de Trabalho vigente da Petrobrás.

Em reposta, os representantes da Estatal informaram que a APS está em tratativa com o Hospital Wilson Rosado para retomada do convênio, o que deve acontecer ainda em julho de 2021.

 

Histórico

Em 1º de julho deste ano a diretoria do SINDIPETRO-RN efetuou um comunicado a Petrobras via ofício(nº 073/2021) cobrando a retomada dos serviços de pediatria no Hospital Wilson Rosado em Mossoró. No informe o Diretor da FUP e Secretário-Geral do SINDIPETRO-RN, Pedro Lúcio, destacou que a descontinuidade do atendimento vai de encontro com o ACT da Estatal.

“Trata-se, além do descumprimento do Acordo Coletivo de Trabalho vigente e das regulamentações da ANS, um desrespeito sem medida para com trabalhadores, aposentados e dependentes que são os beneficiários diretos do plano, ora demasiadamente prejudicados, os quais, em voz única, requerem uma solução imediata”, informou o dirigente