Maria Clara, revelação do surf potiguar, fala sobre medalha de ouro em torneio

03/08/2021

Por: ANDREZZA TAVARES
 
Na semana em que o município de Baía Formosa recebeu o campeão olímpico Ítalo Ferreira, medalhista de ouro na estreia do surf nos jogos olímpicos em 2021, presenciou também a atleta potiguar Maria Clara, de apenas 12 anos, se sagrar campeã na categoria open feminino na primeira etapa do “Circuito Paraibano”.
 
A premiação tem por objetivo escolher a atleta campeã do circuito que aconteceu no próprio município de Baía Formosa.
 
Nas redes sociais a campeã Maria Clara expressou: “Que alegria ser campeã em minha casa, na minha praia e com meu povo...”. 
 
Confira entrevista concedida pela atleta ao Portal Potiguar Notícias.
 
 
Maria Clara você é uma das revelações do surf feminino de Baía Formosa. Fale sobre o início de sua paixão pelo surf e o que significa surfar nas ondas da terra onde você nasceu?
 
Eu comecei a ver meus amigos surfando... Aí, um dia, eu peguei um deles surfando e eu tive vontade de surfar também. Então, eu pedi para a minha mãe uma prancha. Antes mesmo dela comprar, eu peguei emprestada uma com meu amigo e fui surfar ... Na primeira onda eu já fiquei em pé. Eu acho maravilhoso morar nessa terra porque dá para evoluir muito tem muitos tipos de onda no mar.
 
 
Maria Clara como você se sente surfando no mesmo lugar que formou o 1º surfista medalhista olímpico da história? Qual a sua relação com o medalhista olímpico Ítalo Ferreira?
 
 
Ser surfista na mesma terra que produziu Ítalo Ferreira é incrível né porque a gente gosta muito dele. Ele inspira muitas crianças aqui. Muitos só começaram a surfar depois que ele foi campeão mundial. É incrível surfar nas ondas que ele surfa... É o máximo!!!
 
 
 
Elisa Dornelas, que é mãe da Maria Clara de 12 anos, fale para o Potiguar notícias sobre como é acompanhar essa riqueza que são os atletas de surf de Baía Formosa em especial, acompanhar Maria Clara?
 
Elisa: Sou mãe e assessora de comunicação de Maria Clara. Minha filha gosta de surfar e a gente que é mãe faz tudo pelos filhos. Vê-la com tão pouca idade sendo uma atleta feliz é muito realizador para mim. Nesta primeira etapa do campeonato paraibano ela concorreu em três categorias (sub 12, 16 e open). Isso para gente é totalmente gratificante. É muito bom acompanhar a filha para orientar sobre valores importantes. Sempre converso com ela que o surf é um esporte individual mas que é fundamental  aprender não somente a ganhar, é muito importante participar e ajudar os amigos que estão ali tentando uma vaga também.
 
 
Sobre novas parcerias de trabalho, qual(is) canal(is) podem conectar os leitores Potiguar Notícias com vocês (Elisa Dornelas e Maria Clara)?    
 
O contato pessoal ocorre pelo Instagram oficial que é @mariaclarabfsurf. Esta é a plataforma que disponibilizamos para fechar parcerias e para divulgar a rotina da surfista revelação Maria Clara nas redes sociais.