Governo Bolsonaro segue batendo o recorde com 64% de rejeição

20/08/2021

Por: Jessyanne Bezerra
Foto: Divulgação

 

O Governo Bolsonaro bate novamente o recorde de rejeição. Segundo a pesquisa, os grupos que mais desaprovam são os de nordestinos, jovens de 14 a 16 anos, mulheres e pessoas com renda de até 5 salários mínimos. 

A Pesquisa do PoderData realizada nesta semana, de 16 a 18 agosto de 2021, mostra que o governo Bolsonaro passa por seu momento de maior rejeição. No segundo semestre deste ano, 64% reprovam a gestão presidencial, uma alta de 6 pontos percentuais em comparação a duas semanas antes. Outros 31% aprovam o governo e 5% não sabem como responder.

Além do alto índice de rejeição, 58% dos entrevistados apoiam o impeachment do Presidente.

Segundo analise a médio prazo, a rejeição se mostra estável. A taxa fica dentro da margem de erro da pesquisa, de 2 pontos percentuais (para mais ou para menos), se comparada aos números de 21 de julho (62%) e, antes, em 8 de julho (61%). A avaliação positiva do governo segue em um patamar próximo de 1/3 do eleitorado, o que já vinha ocorrendo desde meados de março de 2021.

Em relação ao trabalho pessoal do presidente, 56% consideram Bolsonaro ruim ou péssimo, 28% o avaliam como bom ou ótimo e 13% o consideram regular. Os 3 percentuais oscilaram dentro da margem de erro do levantamento anterior para este.

A última movimentação brusca na avaliação positiva de Bolsonaro foi no levantamento de 15 a 17 de março, quando ela despencou 7 pontos em duas semanas, de 31% a 24%. Depois disso, ela vem oscilando na faixa de 26% a 30%.

Esta pesquisa foi realizada no período de 16 a 18 de agosto de 2021 pelo PoderData, a divisão de estudos estatísticos do Poder360. Foram 2.500 entrevistas em 433 municípios nas 27 unidades da Federação. A margem de erro é de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos. Saiba mais sobre a metodologia lendo este texto.