RN recebe etapa da 1º Conferência Popular Nacional de Saúde Mental

03/10/2021


 
 
O Rio Grande do Norte recebe na próxima segunda-feira, 4 de outubro, das 10h às 12h, a 1º Conferência Popular Potiguar de Saúde Mental Antimanicomial organizada pela Frente Ampliada em Defesa da Saúde Mental, Reforma Psiquiátrica e Luta Antimanicomial (FASM Nacional) com apoio do Conselho Regional de Psicologia do Rio Grande do Norte (CRP-RN) e de movimentos sociais.  
 
O evento é preparatório para a 1ª Conferência Popular Nacional de Saúde Mental Antimanicomial que será de 9 a 12 de outubro. A etapa potiguar será realizada pelo Google Meet com transmissão pelo canal da FASM Nacional no Youtube. As inscrições estão abertas pelo link até este às 20h deste domingo (3). 
 
Segundo a organização do evento, a Conferência Popular pretende mobilizar psicólogos e demais profissionais de saúde, sociedade civil, Organizações e usuários da Rede de Atenção Psicossocial (RAPS) contra projetos governamentais que visam o desmonte da Política de Saúde Mental no Brasil, já enfraquecida desde a Emenda Constitucional 95/2016 do “Teto dos Gastos”, que congelou por 20 anos os investimentos em direitos básicos da população.
 
Para a psicóloga e conselheira do CRP-RN Pammella Carvalho, que é uma das organizadoras do evento e estará na mediação da Conferência, as medidas do atual governo impactam na assistência à  Rede de Atenção Psicossocial (RAPS/SUS) no Brasil e desejam impor um modelo característico aos manicômios, que isolam os pacientes do convívio em sociedade. “Precisamos estar vigilantes aos retrocessos nas políticas de saúde mental que desejam impôr a volta de manicômios que praticam o aprisionamento e a tortura de pessoas em sofrimento mental grave”, afirma.
 
Entre os objetivos do evento está o debate sobre as políticas de saúde mental no RN e as perspectivas para a Reforma Psiquiátrica e a RAPS. Além de implementar um calendário de ações para permanente mobilização de luta antimanicomial até a realização da 5ª Conferência Nacional de Saúde Mental em 2022.
 
Plano Nacional de Saúde Mental
 
Na Conferência Popular serão apresentadas propostas voltadas às necessidades da população e o combate à estigmatização das pessoas em sofrimento psíquico no RN. As propostas vão subsidiar a elaboração de um Plano Nacional de Políticas Públicas de Saúde Mental. 
 
Segundo o CRP-RN, o evento tem como base a reafirmação da Luta contra os manicômios e da Lei da Reforma Psiquiátrica (Lei nº 10.216/2001), que redirecionou o modelo de assistência a saúde mental no Brasil.
 
‘’A importância de realizarmos essa Conferência está na direção de que queremos sustentar que o cuidado em saúde mental deve ser realizado em liberdade, prezando a manutenção dos vínculos sociais e comunitários, conforme a Lei da Reforma Psiquiátrica e a luta antimanicomial, que há muito tempo é defendida pela Psicologia e também pelos usuários, familiares, trabalhadores da Rede de Atenção Psicossocial e por movimentos sociais”, diz a conselheira Pammella.
 
SERVIÇO
1ª CONFERÊNCIA POPULAR NACIONAL DE SAÚDE MENTAL ANTIMANICOMIAL
DATA/HORA: 04 DE OUTUBRO l 10H ÀS 12H
ONLINE: GOOGLE MEET / TRANSMISSÃO PELO YOUTUBE DA FASM NACIONAL
INSCRIÇÃO PRÉVIA ATÉ ÀS 20H DO DOMINGO PELO LINK: https://forms.gle/LBGgf8j5Q3F5BZzG6 
 
PROGRAMAÇÃO
 
10h - Abertura com leitura da Carta de Apresentação da 1ª Conferência Popular Nacional de Saúde Mental Antimanicomial 2021
10:20h - Apresentações culturais: Caps de Macaíba, Centro de Convivência de Natal, 
Movimento Nacional da População em Situação de Rua
10:40h - Saudações dos apoiadores da Conferência e representações de usuários, trabalhadores e estudantes
11h - Panorama da Saúde Mental no Estado do Rio Grande do Norte (NUSME-SESAP)
11:30h - Apreciação de propostas nos eixos + Liberdade + Direitos + Diversidade = Democracia
12h - Leitura da carta de propostas e encerramento
 
SOBRE O CRP-RN
 
O Conselho Regional de Psicologia da 17ª Região (CRP-17), é a entidade representativa da psicologia e do exercício da profissão de psicólogo com sede em Natal e jurisdição no Estado do Rio Grande do Norte. Trata-se de uma autarquia regional integrante do Sistema Conselhos de Psicologia (CFP/CRPs), dotada de personalidade jurídica de direito público, com autonomia político-administrativa e financeira e instituída pela Lei Nº. 5.766, de 20 de dezembro de 1.971, com regulamentação do Decreto Lei nº 79.822/77.