Lula e Bolsonaro querem Moro na disputa?

08/10/2021

Por: Otávio Albuquerque
Foto: poder360.com.br

 

Segundo informações de pessoas ligadas aos dois principais postulantes ao pleito presidencial de 2022, Lula e Jair Bolsonaro, ambos querem a presença do ex-ministro da Justiça Sérgio Moro na disputa. A ideia dos favoritos na preferência popular, de acordo com essas fontes, é se “vingar” do ex-juiz, uma vez que ele “prejudicou” os dois em momentos e situações específicas. 


No que concerne à inserção de Moro como “terceira via”, ou seja, uma alternativa viável ao cenário de polarização, o presidente Jair Bolsonaro reiteradamente afirma que deseja ver o “real tamanho de Moro”. Nesse sentido, o atual chefe do executivo federal também já declarou que o ex-juiz, se realmente estiver no pleito, vai acumular menos votos do que acredita.


No caso da intenção de Lula em ter Moro como rival na corrida ao Palácio do Planalto, os relatos dos interlocutores apontam para um “espírito de revanche” assumido pelo ex-presidente, tendo em vista que o ex-ministro foi um dos principais responsáveis pela sua condenação no processo da Lava-Jato, resultando em seu cárcere por 580 dias. Ademais, os analistas de pesquisa do PT alegam que a presença do algoz de Lula no pleito será positiva, na medida em que trata-se de um nome que não vai angariar votos com a “desidratação” de Jair Bolsonaro.


Embora tenha seu nome especulado em algumas legendas que objetivam lançar candidaturas próprias para a disputa presidencial do ano que vem, Sérgio Moro ainda não ratificou seu nome entre os postulantes. O União Brasil, agremiação que vai sair da fusão PSL-DEM, começou uma ofensiva para ter o ex-ministro da Justiça como candidato em 2022. O Podemos seria outra possibilidade para o ex-juiz, que também poderia concorrer ao Senado por São Paulo, mesmo sendo de Maringá-PR.