RN antecipa para cinco meses intervalo para 3ª dose em idosos e profissionais da saúde

17/10/2021


 
A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) orienta os municípios potiguares a realizarem antecipação da dose de reforço da vacina contra a Covid-19 em idosos e profissionais de saúde. Uma nota informativa foi emitida na sexta-feira (15), após decisão tomada em conjunto com o Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do RN (Cosems/RN) e a Câmara Técnica das Vacinas.
 
De acordo com a Sesap, a antecipação da D3 ocorrerá exclusivamente com a vacina da Pfizer e deve ser administrada em idosos com 60 anos ou mais e em trabalhadoras e trabalhadores da saúde no prazo de cinco meses após aplicação da segunda dose ou dose única, ou seja, após a completude do esquema vacinal. Até então, esse prazo era de seis meses.
 
A secretaria explicou que a decisão ocorre após alguns municípios sinalizarem a iminência da perda de doses da Pfizer por prazo de validade após o descongelamento, em decorrência da baixa procura para dose de reforço e D2.
 
“Chegamos à conclusão que temos um quantitativo de doses da vacina da Pfizer junto aos municípios, descongeladas há mais de 20 dias, que devem ser aplicadas de forma imediata, considerando o intervalo de vencimento de 31 dias. Então, decidimos, em parceria com os municípios, antecipar a terceira dose”, informou a coordenadora em Vigilância em Saúde da Sesap, Kelly Lima.