Covid: RN ultrapassa 50% de ocupação dos leitos críticos; Região do Seridó é a mais preocupante

03/11/2021

Por: Jessyanne Bezerra
Foto: Aldemir de Moraes

 

Segundo números divulgados nesta terça-feira (2), o Rio Grande do Norte voltou a ultrapassar os 50% de ocupação dos leitos críticos para a Covid. A situação mais delicada é a da Região Seridó, com 66,7% dos leitos ocupados e que pode se tornar o novo epicentro do vírus se não houver contenção.
 
No estado potiguar, segundo os dados constam no Regula RN (site que monitora em tempo real a internação nos hospitais públicos do estado), atualmente, são 90 leitos de UTI ocupados, 86 disponíveis e 18 bloqueados. 
 
A diferença para o dado de 22 de julho, cerca de três meses atrás, é que naquela época havia 172 leitos ocupados para 341 disponíveis.
 
A partir daquele mês, com a queda no número de casos, internações e mortes, além do avanço da vacinação, o governo do RN decidiu começar a "reverter" leitos específicos para Covid para outras doenças, o que causou uma redução.
 
No dia 2 de outubro, há um mês, estado registrou 21,5% de ocupação, a menor número de leitos ocupados desde o início da pandemia, marca que já havia sido batido antes no fim de setembro. 
 
Ainda em outubro, eram 46 leitos ocupados de 214 disponíveis. E agora, com 90 leitos ocupados, esse número praticamente dobrou em 30 dias. Além disso, o estado registrou que 169.504 potiguares estavam em atraso na aplicação da segunda dose da vacina contra a Covid-19.
 
O mês de outubro foi o com menos mortes registradas por Covid desde abril de 2020 no Rio Grande do Norte. Segundo dados do boletim diário divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), ao todo foram 60 mortes.
 
Apesar disso, o número de casos da doença aumentou. Foram 5.065 casos em outubro - cerca de 1,5 mil a mais que os 3.586 de setembro. No dia 7 desse mês, a SESAP notificou que o estado havia 44 casos confirmados de pessoas infectadas pela variante delta. 
 
Além disso, no mesmo dia 7, a SESAP também revelou que a taxa de ocupação de leitos críticos no RN era de 27,6%. Sendo: Região Metropolitana – 33,3%; Região Oeste – 20,4%; e, Região Seridó – 6,7%.
 
O crescimento dos casos em outubro se alia à confirmação dos casos da variante delta no estado. Atualmente, são 173 casos confirmados, sendo a última atualização foi feita em 15 de outubro. A variante é tida como de maior transmissibilidade. 
 
No fim de outubro, governo do Rio Grande do Norte lançou um alerta sobre aumento da taxa de ocupação de leitos e de casos Covid-19 no estado e anunciou a retomada do programa Pacto Pela Vida.
 
No RN, atualmente, cerca de mais de 200 mil pessoas em atraso com a segunda dose contra Covid. Especialistas atribuem a queda do número de mortes pela doença no estado à vacinação e apesar do aumento de casos em setembro, outubro teve o menor registro de óbitos por covid-19 desde abril de 2020, data do início da pandemia.
 

Fonte: Contêm dados dos sites Regula RN, RN+Vacina e SESAP