Fativan Alves denuncia situação precária do CCZ de Parnamirim

24/11/2021


 

A falta de condições de trabalho e ambiente insalubre dos servidores do Centro de Controle de Zoonoses foi pauta da vereadora Fativan Alves nesta terça-feira (23). A vereadora visitou o local após uma série de denúncias e levou a situação a tribuna. 
 
Segundo informações de colaboradores do local o primeiro problema é a falta d’água para consumo humano no local, pois a empresa terceirizada não foi paga pela Prefeitura de Parnamirim e informou que o serviço seria suspenso a partir de amanhã (24).
 
“É um absurdo o que estes 34 colaboradores vêm passando. Não ter o mínimo, que é água para beber por descaso da administração do prefeito Taveira. Isso é inconcebível”, criticou Fativan Alves.
 
Mas os problemas não param por aí, hoje o local que deveria ter duas carrocinhas para transportar os animais não tem nenhuma, pois uma está danificada e segue na oficina mecânica, já a segunda está no pátio da Secretaria Municipal de Saúde (SESAD). Além das carrocinhas, os profissionais necessitam de um novo canil para dividir os animais adequadamente, pois eles dividem o mesmo ambiente, o que ocasiona a proliferação de doenças entre eles. 
 
E na sala de rações e insumos está o problema mais grave do local, que está tomado de mofo nas paredes, caixas espalhadas pelo chão e insumos dividindo o local com baratas. “Senhores vereadores, quando eles abriram a porta eu fiquei morta de vergonha. Porque lá estavam as rações, parte dos medicamentos, sacos de lixo e luvas. Todo material está guardado naquele ambiente amontoado. E a maior tristeza é que o lugar está tomado de baratas”, denunciou.
 
A equipe de veterinários também denunciou que parte dos insumos e medicamentos que são enviados ao local pela SESAD está vencida, ou perto da data de vencimento. O que pode acarretar em denúncia do conselho de Veterinária em caso de uma inspeção. “Já era de se esperar esta situação em nossa cidade, pois o prefeito Taveira não cuida da população do nosso município hoje, quem dirá dos animais de rua”, desabafou a vereadora.
 
Outro problema enfrentado pela categoria é o abandono proposital de animais nas imediações por parte de tutores que não conhecem as atribuições do CCZ. Os agentes denunciaram que muitos levam os bichinhos com simples problemas, mas por falta de condições financeiras ou conhecimento terminam abandonando os bichinhos nas imediações, o que gera transtornos entre os moradores e comerciantes locais. 
 
“É triste, é revoltante a situação do CCZ. É o nosso dinheiro jogado no lixo. Obras que começaram e não terminaram, falta de condições. O sentimento é de descaso total. Por isso nós colocamos uma moção de repúdio contra esta administração”, informou a vereadora.