Senador ou vice-presidente: qual será o futuro de Fábio Faria?

25/11/2021

Por: Otávio Albuquerque
Foto: poder360.com.br

 

Nesta quarta-feira, em sua conta no Instagram, o ministro das Comunicações Fábio Faria afirmou que são falsas as informações que apontaram a filiação de Rogério Marinho (PSDB-RN) ao PL para disputar uma cadeira no Senado. De acordo com o ex-deputado, é infundado o relato de que o presidente Bolsonaro havia definido que seu colega de ministério seria o nome preferido para a vaga no Congresso.


“A quem interessa plantar fake news”, disse o ministro Fábio Faria, para salientar em seguida: “Não existiu definição de candidatura ao Senado apoiada pelo presidente Bolsonaro no Rio Grande do Norte”.


Na publicação, curtida pelo seu pai, o ex-governador Robinson Faria, o qual perdeu os direitos políticos na justiça, o ministro bolsonarista não revela se vai compor uma chapa no executivo federal como vice-presidente ou se será um dos postulantes do Rio Grande do Norte ao Senado da República. Conforme suas palavras, “a hora é de trabalhar pesado pelo país e focar em entregas do MCOM e do governo, que não são poucas e estão mudando a vida dos brasileiros”.


Na conclusão de sua mensagem, o genro do empresário Silvio Santos reforça sua fidelidade ao atual chefe do executivo federal, ressaltando que há um trabalho constante em prol do RN. “Vamos vencer, eu acredito no Brasil. É hora de todos nós que caminhamos ao lado do presidente Jair Messias Bolsonaro, trabalharmos juntos pelo Rio Grande do Norte e pelo Brasil”, declarou. 


Fábio Faria, que atualmente desponta como um dos grandes defensores do “bolsonarismo”, foi um dos entusiastas pela chegada da tecnologia do 5G no Brasil. Segundo ele, em audiência no Senado, 1.174 municípios com mais de 30 mil habitantes serão atendidos por pelo menos três prestadoras, e que, a partir dessa concorrência, haverá uma garantia que o preço do serviço de 5G será mais barato do que o do 4G.