Estudante potiguar vence concurso promovido por universidade britânica

29/11/2021

Por: Bruno Josuá
Foto: Tribuna do Norte
Foi premiado, o estudante potiguar Silas Costa de 24 anos em um concurso internacional promovido pela universidade britânica endossado pela Unesco. Ele foi o primeiro lugar na disputa a melhor identidade visual para o Dia Internacional da Geodiversidade, o evento terá a sua primeira edição em outubro do ano que vem, e os concorrentes eram do mundo inteiro com idade de até 30 anos. Silas Costa é aluno do curso de bacharelado em Geologia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Ele espera que a honraria traga mais interesse e respeito ao tema da Geoconservação nos espaços científicos da universidade.
 
"Fico feliz porque represento o Seridó enquanto filho de seridoense e também que podemos chegar onde quisermos por meio da ciência. Acredito que agora podemos espalhar mais ainda que a Geodiversidade faz parte da natureza, e se queremos um futuro melhor para as gerações que vem aí, devemos conservá-la e entendê-la", disse o estudante, que é integrante do Geoparque Aspirante Seridó.
Identidade visual vencedora, desenvolvida por Silas 
 
"A Geodiversidade é a diversidade de elementos naturais abióticos, entendidos como "não-vivos", mas que na verdade em forma de água, minerais, rochas, fósseis e montanhas é a expressão exata para que haja vida na Terra. Queria colocar em minha logo que sem a diversidade geológica não tem como termos uma vida sustentável na Terra, por isso pensei no lema 'The diversity sustains the Life'. Como Coordenador de Marketing e Geocientista que atua no Geoparque Seridó pensei que deveria ter coisas que referissem a diversidade do território do Seridó, então várias cores e formas foram pensadas no Seridó", explicou o estudante para a Tribuna do Norte.