Servidores da Segurança e policiais civis decidem paralisar as atividades a partir de terça (25)

20/01/2022


Foto: Reprodução

Na manhã desta quinta (20), foi realizada uma assembleia geral, pelos policiais civis e servidores da Segurança do RN, onde decidiram realizar uma paralisação a partir das 8h da próxima terça-feira (25). A greve é por tempo indeterminado.

Uma das principais reinvindicações é pela não retirada do Adicional por Tempo de Serviço (ADTS) da categoria, que é alvo de ação e pode ser extinto. A categoria afirma que há chance de redução de até 35% nos vencimentos, caso seja confirmado o fim do ADTS.

De acordo com o SIMPOL a categoria já vem negociando com o governo do estado o impedimento desta retirada, o que não houve avanço.

“Existem prazos e a categoria está aflita com a possibilidade real de ter seu salário reduzido repentinamente. Por isso, realizamos a assembleia geral e foi aprovado por unanimidade a paralisação. Esperamos que o Governo se sensibilize e volte a negociar conosco para encontrarmos uma saída para este problema”, afirma Edilza Faustino, presidente do SINPOL-RN.

Para os servidores  da Segurança, a categoria espera há anos a implantação do Plano de Cargos, Carreira e Remuneração. “É um grupo pequeno de pouco mais de 50 servidores e até hoje nenhum Governo quis olhar para eles com o devido respeito. Então, é mais do que justo que essa pauta seja negociada e avance”, completa Edilza.