Obras do residencial Ilhas do Caribe serão entregues em 2023, afirma MDR

03/05/2022


Foto: Adalberto Marques/MDR

 

O ministro do Desenvolvimento Regional, Daniel Ferreira, vistoriou, nesta terça-feira (3), as obras do residencial Ilhas do Caribe, em Parnamirim (RN). Segundo o ministério, a construção do empreendimento foi retomado neste ano após cerca de 10 anos de paralisação. Ao todo, são 496 moradias, que beneficiarão cerca de 2 mil pessoas de baixa renda da cidade potiguar.

 

As obras do residencial Ilhas do Caribe foram paralisadas em abril de 2012. A autorização para a retomada foi assinada no dia 25 de março de 2022, com um aporte de R$ 18,5 milhões do Governo Federal. Somados aos R$ 20,5 milhões do contrato inicial, o Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) investiu R$ 39 milhões para a construção do empreendimento.

 

Durante a vistoria, o ministro Daniel Ferreira comemorou a retomada das obras. "Fizemos um esforço grande para retomar o sonho dessas 2 mil pessoas que vão morar aqui. Agora, isso começa a se tornar realidade. Faz 10 anos que as pessoas estão simplesmente sonhando", destacou Ferreira.

 

Cerca de 95% das obras do Ilhas do Caribe estavam prontas antes da paralisação, mas parte do trabalho precisou ser refeito. De acordo com o ministro, uma interrupção desse porte afeta toda a execução de uma obra. "Fizemos um trabalho de três anos em análise de custos e de regressão física. Quando uma obra fica parada por dez anos, ela regride, e foi o que ocorreu aqui", explicou Daniel Ferreira. A previsão de conclusão da obras é em março de 2023.

 

O residencial é um complexo de 11 prédios. São dez blocos com 48 apartamentos e um com 16 apartamentos, todos com dois quartos. O condomínio contará com infraestrutura completa, com drenagem, esgoto, água, pavimentação, energia elétrica, iluminação pública e transporte público.