Após criticar Petrobras, Bolsonaro troca comando do Ministério de Minas e Energia

11/05/2022


Foto: Reprodução

 

Após criticar Petrobras, o presidente Jair Bolsonaro (PL) trocou o comando do Ministério de Minas e Energia. Para ocupar o cargo, Adolfo Sachsida foi nomeado como o titular da pasta. As informações foram publicadas no Diário Oficial da União desta quarta-feira (11).
 
Na quinta-feira (5) passada, em sua típica live semanal, o presidente Bolsonaro vociferou contra o comandado e o contra o novo presidente da Petrobras após o anúncio do aumento do diesel.
 
Além disso, no último sábado (7), em discurso na Fenasoja (Feira Nacional da Soja), Bolsonaro atacou a Petrobras afirmando que o país "não aguenta mais um reajuste de combustível" e que a estatal "fatura dezena de bilhões de reais por ano às custas do nosso povo brasileiro".
 
Em ritmo de eleições, a demissão do ministro Bento Albuquerque é uma tentativa do presidente Bolsonaro de se descolar do um noticiário negativo do aumento do óleo diesel e do desgaste eleitoral por causa do impacto inflacionário.