“A entrada da Ucrânia na OTAN teria evitado a guerra”, afirma Zelensky

12/05/2022


Foto: noticiasaominuto.com

 

Em discurso na universidade francesa Sciences Po, o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, falou sobre a guerra contra a Rússia e aproveitou a oportunidade para retomar o assunto da inserção do seu país na OTAN. De acordo com o mandatário, a entrada da nação no tratado teria evitado o confronto bélico.

 

Em relação a essa possibilidade de se tornar membro da OTAN, Zelensky, ainda em março, ressaltou que a organização não aceitava o país entre seus participantes devido ao medo que nutre pela Rússia. "Nós já os entendemos. Não somos aceitos (na Otan), porque eles (seus membros) têm medo da Rússia. Isso é tudo. Precisamos nos acalmar e dizer: 'Ok, outras garantias de segurança serão necessárias'", disse na oportunidade. 

 

No que concerne ao atual estágio da guerra, o Ministério das Relações Exteriores da Ucrânia enfatizou, por meio de comunicado oficial, em consonância com o serviço de Inteligência dos Estados Unidos, que a intenção do Kremlin é prolongar o conflito. "No momento, não há sinais de que o Kremlin [governo russo] pretenda acabar com a guerra na Ucrânia em um futuro próximo", diz um trecho.

 

Conforme palavras de Dmitry Peskov, porta-voz do governo russo, a "operação militar especial", maneira como os russos chamam a invasão do território ucraniano, está se desenvolvendo de acordo com o planejado.