“O PT só pensa em poder”, afirma Aldo Rebelo

12/05/2022


Foto: apublica.org

 

Em entrevista ao UOL News, o ex-ministro Aldo Rebelo (PDT) falou sobre a disputa presidencial, sobretudo no que se refere à postura do Partido dos Trabalhadores no pleito. De acordo com ele, a legenda comandada por Lula só pensa em poder e pretende desestabilizar a candidatura de Ciro Gomes. 

 

“O PT pensa em primeiro, segundo e terceiro lugar no seu próprio projeto de poder, e não há mais um projeto de país”, afirmou Rebelo.

 

Como argumento para o seu parecer, Aldo Rebelo, embora exalte seu respeito pelo ex-presidente Lula, salienta que o melhor candidato para tirar o Brasil da crise é o ex-ministro da Fazenda Ciro Gomes. "Tenho admiração, respeito e gratidão pelo presidente Lula, mas, ao contrário do que pedem os apoiadores dele, a esperança de que o Brasil não seja submetido a essa polarização desorientada e absurda é justamente a candidatura do ex-ministro Ciro Gomes", disse. 

 

Ainda em postura crítica em relação ao PT, Rebelo enfatizou que o PT se aproveita da “fantasia bolsonarista” para convencer a população de que a legenda representa a melhor alternativa. Ademais, o ex-deputado salienta que a democracia, apesar do Bolsonaro, não está em risco. "A democracia no Brasil pode sofrer solavancos, dificuldades, mas não tem outra alternativa. A democracia no Brasil não é uma escolha, é um destino. Vai ser substituída pelo quê? Uma ditadura?", questionou.

 

Por fim, no que concerne aos comentários recentes do presidente Jair Bolsonaro sobre a idoneidade do sistema eletrônico, o ex-ministro insinua uma possível “cortina de fumaça”, a fim de mascarar o fracasso de ordem econômica do governo federal. "O discurso do presidente Bolsonaro é de alguém atormentado pelo fracasso econômico, que não consegue conter o aumento de quase 100% óleo diesel no seu governo, do gás, da gasolina, do tomate", concluiu.