Globo rejeita pedido de Bolsonaro e o exclui das entrevistas com os candidatos à presidência

05/08/2022


Foto: redebrasilatual.com.br

 

Nesta sexta-feira, a Rede Globo anunciou que o presidente Jair Bolsonaro (PL) não participará das entrevistas que a emissora fará com os candidatos à Presidência da República neste ano. O motivo para a ausência do atual chefe do executivo federal foi as divergências em relação às regras da sabatina.

 

De acordo com a Globo, Bolsonaro pediu, para sua participação, que a entrevista fosse feita no Palácio da Alvorada, em Brasília. Como justificativa, a assessoria alegou que há muitos compromissos na agenda de campanha e isso impediria a presença do mandatário nos estúdios da TV. 

 

Em 2014, os jornalistas William Bonner e Patrícia Poeta entrevistaram a então presidente Dilma Rousseff no Palácio, o que poderia se tornar um precedente a favor de Bolsonaro. No entanto, a emissora carioca enfatizou, por motivo de isonomia, que aquela foi a última sabatina fora de seus estúdios. “Depois das eleições de 2014, decidimos que as entrevistas de todos os candidatos à Presidência da República seriam realizadas em nossos estúdios, de forma a demonstrar que todos os candidatos são tratados em igualdade de condições”, disse em nota. 

 

Ao Portal 360, a equipe de campanha do PL (Partido Liberal) declarou que Bolsonaro tinha interesse em ser entrevistado pelo jornal e que uma negociação estava sendo promovida pelo ex-secretário de Comunicação da Presidência Fábio Wajngarten. Apesar da ausência do presidente, Lula (PT), Ciro Gomes (PDT-CE) e Simone Tebet (MDB-MS) já confirmaram suas participações.