ABMCJ divulga nota contra vídeo discriminatório

19/06/2018


Foto: Reprodução

A ABMCJ - Associação Brasileira de Mulheres nas Carreiras Jurídicas - vem à público apresentar nota de repúdio, em relação ao comportamento discriminatório praticado por torcedores brasileiros, na Rússia, em vídeo amplamente divulgado na internet, em que ridicularizam uma mulher de outra nacionalidade, fazendo com que ela repetisse palavras, as quais aparentemente ela desconhece o significado, em evidente ofensa à sua honra e à sua imagem.

O comportamento destas pessoas representa uma violação aos princípios da Convenção Cedaw (Convenção sobre Eliminação de Todas as Formas de Discriminação contra a Mulher), da Convenção Belém do Pará, da Recomendação 19, do Comitê Cedaw, da Constituição Federal do Brasil, do Código Civil e do Código Penal.

Aguarda-se a devida apuração dos fatos e responsabilização de condutas de conteúdo discriminatório, em consonância com os preceitos da legislação nacional e internacional.

Laudelina Inácio
Presidente da ABMCJ/Nacional

Fabiana Paes
Assessora Nacional de Direito Internacional

Alice Bianchini
Assessora  Especial de Políticas Públicas em favor das Mulheres Vitimizadas

Andrea Nogueira Pereira
Presidente da ABMCJ RN