Fernando Luiz

19/05/2024 05h54
ELE (TAMBÉM) MERECE!
 
Em 2007, a cantora Cláudia Leitte foi homenageada pela Câmara Municipal de Natal com o título de Cidadã Natalense. A proposição foi do vereador Enildo Alves. O parlamentar justificou a entrega da honraria “pela alegria que a cantora traz à população de Natal”. Ao receber o título, Cláudia Leitte, que é natural de São Gonçalo (RJ), e que nos primeiros dias de vida mudou-se para Salvador, onde cresceu e iniciou sua carreira artística, reafirmou o carinho por Natal: “Esse é um povo que eu amo e que agora também faço parte. Eu e o pessoal da banda sempre falamos bem de Natal por onde passamos, e todo mundo que nos conhece quer conhecer Natal”, revelou Cláudia Leitte, logo após receber a homenagem.
 
Em fevereiro de 2008, foi a vez de Durval Lelys ser laureado pela Câmara Municipal da nossa cidade com o título de Cidadão Natalense. A proposição foi do vereador Aluízio Machado. De acordo com o vereador, Durval mereceu receber o título “não só pelo carinho que a população local tem pelo músico baiano, mas enaltecendo também o papel do cantor na promoção do Carnaval fora de época da cidade, o Carnatal, no qual ele esteve presente desde a sua 1ª edição, em 1990.”
 
Em dezembro de 2012, desta vez por proposição do vereador Adão Eridan, a homenageada foi a cantora Margareth Menezes. Entretanto, a baiana só recebeu o título  em 2015 quando da sua participação no Carnaval Multicultural de Natal, realizado na época no bairro de Ponta Negra.
 
Eu sei que não tenho gabarito para comentar acerca de quem merece ou não receber um título de cidadão ou cidadã natalense. A Câmara Municipal de Natal fez o que outras cidades em vários estados brasileiros fizeram, reconhecendo a importância dos baianos na participação em diversos carnavais fora de época Brasil afora. 
 
Um bom exemplo de alguém que, a meu ver também merece ser agraciado pela Câmara Municipal de Natal é o mossoroense Oséas Lopes. Além de salvar a carreira artística de Luiz Gonzaga (tema do meu artigo do dia 21.04), dando uma contribuição decisiva para que o Rei do Baião continuasse sua trajetória profissional, e também de produzir dezenas de discos de artistas consagrados, Oséas Lopes (Carlos André), produziu discos dos potiguares  Aldair Soares  (o Pau de Arara), Nubia  Lafayete, Trio Yrakitan e Ivanildo Sax  de Ouro. Estes artistas de renome nacional, com seus discos produzidos por Oséas, ajudaram a colocar o nome do nosso estado no cenário musical brasileiro em décadas distintas. 
 
Por sua importância como produtor artístico respeitado em todo o Brasil e por ter produzido vários discos de artistas potiguares nacionalmente conhecidos, acho que o mossoroense Carlos André também merece o receber o título de cidadão natalense.  
 
Fernando Luiz é cantor, compositor, produtor cultural e apresentador do programa Talento Potiguar, que é exibido aos sábados, às 8 horas pela TV Ponta Negra, afiliada do SBT no RN.
Instagram: @fernandoluizcantor
 

*ESTE CONTEÚDO É INDEPENDENTE E A RESPONSABILIDADE É DO SEU AUTOR (A).