Prefeitura de São Gonçalo reforma Unidade de Saúde de Igreja Nova e vai asfaltar

04/09/2014


A 12ª Unidade Básica de Saúde, totalmente reformada, com recursos próprios, foi reaberta para a população da comunidade de Igreja Nova, zona rural do município. Em visita informal na tarde desta quarta-feira (3) o Prefeito Jaime Calado conferiu o resultado da obra e as novas instalações ao lado do secretário de Saúde, Jalmir Simões, do secretário de Infraestrutura, Alessandro Gaspar, a vereadora Rayure Protásio e a equipe da unidade, além de moradores da área. Na ocasião, o Padre Valberto concedeu a benção da estrutura.   

 

A comunidade de Igreja Nova ganhou uma UBS transformada com sala de acolhimento, 2 consultórios médicos, sala de vacina, consultório odontológico, copa, sala de procedimentos, farmácia, sala de curativos, banheiros adaptados e recepção, além da substituição da parte elétrica, hidráulica, revestimento das paredes, pintura, reforma da cobertura e instalação de forro em PVC, construção da fachada padrão e instalações de rampas de acessibilidade.

“A diferença é muito grande mesmo. A unidade ficou muito boa de trabalhar e agradável para os pacientes que nunca pensaram que iriam usufruir de um serviço e uma estrutura dessas. É raro um exame que os médicos passem que a gente não consiga pelo município. Quero agradecer pela reforma da unidade e pela atenção que o prefeito tem dado a saúde de São Gonçalo”, disse Elenita Macedo, moradora da comunidade e diretora da UBS.

 

Jaime Calado, gestor municipal, afirmou que agora vai ser iniciado o projeto para ampliação do espaço. “Estou bastante feliz em ver essa UBS totalmente reformada. A população dessa região merece o melhor. O mais importante já existia nessa unidade que é a equipe que trabalha diariamente e possui uma qualidade incrível. Essa farmácia completa de medicamentos é a ferramenta que a equipe tem para tratar as pessoas”. Ele ainda informou que nos próximos dias será iniciado o asfaltamento de Igreja Nova, do início da rua até a entrada do cemitério.

 

 Por Marília Costa

Fonte: Secom