Morre aos 95 anos, cantora Glorinha Oliveira, ícone da cultura potiguar

24/02/2021


Foto: Canindé Soares
 
 
Morreu na noite desta terça-feira (23), aos 95 anos, a cantora potiguar Maria da Glória Mendes de Oliveira, o “rouxinol potiguar”. Considerada uma das maiores vozes da música potiguar, Glorinha Oliveira estava internada no Hospital Rio Grande, em Natal, onde teve complicações pulmonares provocadas pela Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC) e havia passado por duas cirurgias.
 
Glorinha teve grande destaque nas rádios potiguares, onde foi protagonista da era de ouro da rádio Poty entre os anos 1950 e 1960. A cantora também fez rádio novelas, das quais também chegou a ser roteirista, programas de humor e foi locutora.
 
No auge da carreira, Glorinha dividiu palco com nomes como Ademilde Fonseca, Cauby Peixoto, Ângela Maria, Carlos Galhardo, Moacyr Franco, Orlando Silva, Ataulfo Alves e outros grandes cantores da música brasileira.
 
Entre suas grandes obras está o LP “Cinquenta anos de Glória”, lançado em 1993 e que rendeu oito mil cópias.