Colliman: A saga da família Tenório

20/09/2021

Por: Evandro Borges
 
A família Tenório capitaneada por Jorge advinda de Pernambuco e completamente enraizada no Rio Grande do Norte inaugurou a sua loja de comercialização da fábrica, à Rua São José, 2002, loja 01, Lagoa Nova com uma marca própria a “Colliman”, que significa o pássaro Colibri em face de sua leveza, beleza e energia, especializada em roupas masculinas, camisas, camisetas, bermudas e calções contando com o trabalho e o vigor de Silvana Souza, a esposa e as filhas Yamim e Raíssa Tenório.
 
A fábrica fica no bairro do Parque Industrial em Parnamirim/RN com o apoio do programa governamental PROERDI e conta com uma unidade especial em Ielmo Marinho/RN, o símbolo da marca é de uma beleza encantadora o pássaro colibri, genuinamente potiguar, as camisas planas em algodão e linho, com golas sociais, esportivas e modelo do padre, com mangas curtas e longas, estampas sociais, lisas e esportivas. Há também, camisas em malha. É um produto de qualidade e com preços justos.
 
As camisas são trabalhadas com produção de engenharia, com pesquisa de mercado e com definição da variação das cores, com a responsabilidade do catarinense Rodnei que se encontra em Parnamirim/RN há quinze anos e Yasmim Tenório, dando a qualidade necessária ao belo produto que veste bem e de forma que promove o conforto e bem estar do consumidor/cidadão, realçando uma beleza diferenciada.  
 
Jorge Tenório tem tradição no ramo há vinte e sete anos no Rio Grande do Norte. O seu aprendizado data desde a tenra idade com a sua mãe – D. Maria Nazareth Tenório. Jorge foi um articulista do movimento associativista e cooperativista no segmento de confecções no Estado. Com experiências e vivências, principalmente em Ceará Mirim e Guamaré, quando inseriu no mundo do trabalho muitos potiguares, principalmente daqueles que se encontravam em vulnerabilidade social.
 
A escolha do dia do lançamento/inauguração da bela loja com a marca “Colliman”, dia 17 de setembro de 2021 foi em homenagem ao natalício de sua mãe que completaria noventa e dois anos. A inauguração foi muito concorrida que contou com as presenças de inúmeras personalidades e amigos construídos na longa trajetória. A decoração foi assinada por Renata Lima e o buffet de Janaína um verdadeiro encanto em cada detalhe e iguaria. À tarde e noite foi encerrada entre os familiares, amigos e colaboradores com uma fala emocionante de Jorge Tenório fazendo um breve relato da saga vivenciada e com uma oração do pai nosso que uniu a todos de mãos dadas.