Nicole Tinôco

14/06/2019
 
Hoje o papo é reto: ´Vamo pra Luta!`
 
Sei que não costumo falar de política por aqui. Este é um assunto que hoje lido diariamente em minha profissão de jornalista, atualmente atuando como assessora parlamentar.  É importante salientar que, muito embora eu não escreva sobre isto nesta coluna,  é uma temática que amo! Não à toa, falo sobre ela as “24 horas que Deus dá” em meu dia-a-dia, e nas minhas redes pessoais.
 
Mas uma coisa é fato, tenho optado por me furtar da narrativa política nesta coluna que vos fala aqui no querido Portal Potiguar Notícias. Optei por me eximir um pouco do assunto, me comprometendo em trazer amenidades, cotidiano; causos do meu dia a dia;  vivência das mais diversas, por entender que ela, a coluna, deveria seria como um blog que tive há muito tempo, com o lema “leve e doce como a vida tem que ser”. - Ou pelo menos deveria - E assim tenho feito até então.
Mas aí que tá, a vida “tá dura” e chegou a hora de me comprometer.  Se simplesmente hoje, nesta sexta-feira, no tão esperado dia 14, que veio a coincidir com o dia da veiculação da minha coluna, eu falar sobre qualquer outro assunto que não a #GreveGeral, estaria eu,  incorrendo no mesmo erro que critico artistas, profissionais renomados, formadores de opinião, (não que eu o seja), o de “fugir da raia”. Sou jornalista e como tal, tenho uma obrigação moral hoje de falar sério com vocês! 
 
Quem me acompanha deve saber que seriedade nunca foi o meu forte, mas vamos lá. A vida pede pressa e eu preciso me fazer entender por aqui.  O Brasil inteiro está acompanhando desde o último domingo as denúncias do "The Intercept". Em qualquer roda de conversa que se preze falou-se no mínimo nas palavras: Hacker, Moro, Dallagnol, Glenn e Lava Jato. Ou Vaza Jato, como preferir hehe.    
 
O jornalista do The Intercept, Glenn Greenwald, trouxe à tona para sociedade brasileira e para o mundo, chats privados que revelam a colaboração proibida de Sergio Moro com Deltan Dallagnol na operação Lava Jato. Bem da verdade, as informações trazidas pelo jornalista não são de todo novidade, ontem mesmo em entrevista à TVT, o por mim amado e por tantos admirado, presidente Luís Inácio Lula da Silva, afirmou isso: que por nós petistas os fatos que estão chocando o país, já vinham sendo ditos a um certo  tempo, e , infelizmente, tidos como inverídicos, fruto do “discurso fanático”, de quem como diria nossos coleguinhas "bolsomínianos" possuía "bandido de estimação", em um chula referência ao maior líder popular que esse país já pode ouvir falar. 
 
Mas eu vos pergunto agora, passada esta importante semana, quem mesmo possui mesmo esse “bichinho corrupto de estimação” e que está tendo que defender o indefensável? Nada como o tempo caros amigos, ele é o senhor da razão. A verdade pode até tardar, mas não falha,  e ela está chegando, ainda que em capítulos, como um alucinante série de Netflix.
 
Assim como Lula sou Cristã, e usando das palavras do meu querido presidente: “Deus escreve por linhas tortas”, ele é justo. Não fomos levados a sério pelos meios de comunicação, mas continuamos a insistir, para que o país conheça a verdade de que o Moro é mentiroso, é um juiz parcial e que se baseia em falsas convicções. E Lula está preso não por provas, ou pelo devido processo legal. Está preso com a única razão de impedir que ele fosse eleito mais uma vez para governar nossa nação. Grande parte do Brasil espera que se faça justiça, e se reestabeleça a lei neste país e que Lula seja solto.
 
Porém, ainda que prioritária esta não é a nossa única reivindicação neste dia 14. LulaLivre é uma pauta representativa, que resume o descaso que ao nosso país vem sendo  imposto desde o Golpe. De lá pra cá só perdemos direitos, trabalhistas, previdenciários, estão sendo atacadas diariamente as áreas importantes de saúde, segurança, educação. E é por isso que vamos às ruas hoje!
 
Ocuparemos todos os espaços. Nas ruas, nos roçados, nos parlamentos já estamos bradando a necessidade de lutar. E hoje a pauta é na rua, não vamos ao supermercado, não vamos à escola, hoje o trabalho é na luta! Convoco a você, independente de bandeira partidária, pelo futuro de nossos filhos, pelo presente de nossas mulheres, pela vida e qualidade de vida dos nossos idosos, pela necessidade premente de sobrevivência de nossos trabalhadores hoje é dia de ocupar as ruas!  E é lá que pretendo encontrar cada um de vocês. Vem pra Luta, porque só a luta muda à vida!
 
Beijo no coração!
 
Nicole