"A democracia é saber respeitar o contraditório", afirma Pedro Gorki

19/05/2021

Por: Redação PN

 

 

         Nesta quarta-feira, no jornal Potiguar Notícias - Primeira Edição, a jornalista Andrezza Tavares entrevistou o estudante Pedro Gorki, coordenador geral do CA (Centro Acadêmico) Paulo Freire, no curso de pedagogia da UFRN, que falou sobre a importância do professor Paulo Freire para a educação no país.

         Segundo o estudante, levando em consideração o momento pelo qual o Brasil atravessa, em que o analfabetismo ainda é elevado, é importante resgatar a obra de Paulo Freire e disseminar seus princípios acerca da educação. Para ele, defender o legado do educador é, também, ressaltar a relevância da educação pública, da pesquisa, extensão e das unversidades brasileiras.

          Em relação à relevância do diálogo na proposta pedagógica de freire, Pedro Gorki ressalta: "a democracia consiste em saber respeitar o contraditório, ou seja, acreditar que o conhecimento é alcançado a partir de ideias diferentes das nossas. Nesse sentido, uma vez que tudo que é avesso à democracia vem sendo suscitado, a dialética entre estudantes e professores, colocados em um patamar de igualdade, é extreamente profícua".

          No que se refere ao legado de Paulo Freire mediante suas obras, o estudante salienta: "é preciso deixar claro, a princípio, que a leitura freireana não exige de nós apenas um rigor científico, mas também uma imersão poética, na medida em que suas obras são repletas de uma perspectiva espiritualista e subjetiva de mundo. Nesse sentido, eu recomendaria duas obras para o público: Educação e Atualidade Brasileira (seu primeiro escrito), em que ele reflete sobre suas experiências como professor; além de Pedagogia do oprimido, sua principal obra, em que o autor luta pela humanização por meio da educação", finaliza.

 

Para assistir à entrevista, acesse o link: https://youtu.be/eUnmsBr72jo