Moro sobre chapa Lula-Alckmin: “sempre as mesmas coisas"

28/01/2022


Foto: poder360.com.br

 

Nesta quinta-feira (27), durante evento de filiação de membros do Movimento Brasil Livre (MBL) ao Podemos, o ex-juiz Sérgio Moro fez uma avaliação sobre a possibilidade de composição de uma chapa presidencial entre Lula (PT) e Geraldo Alckmin (sem partido). De acordo com o ex-ministro da Justiça de Bolsonaro, essa parceria representa “sempre as mesmas coisas” na política. 

 

Como justificativa ao seu parecer, Moro, que recentemente se filiou ao Podemos para disputar a corrida ao Palácio do Planalto, ressaltou, acenando para a viabilidade de uma ‘terceira via’, que o cenário político precisa de novos nomes. "Não é possível que a cada quatro anos nós tenhamos sempre as mesmas coisas. Quando a gente vai ver no fundo, como hoje tem esse movimento do ex-governador Alckmin em direção do PT, será que é tão diferente assim? Então a gente precisa ter realmente uma cara nova", declarou. 

 

Na cerimônia, Moro fez elogios ao MBL, um dos grupos que protagonizaram as manifestações a favor do impeachment de Dilma Rousseff em 2016. Conforme suas palavras, não é possível que partidos tradicionais como PT e PSDB continuem sendo hegemônicos nas urnas. “É preciso acabar com essa história de a cada quatro anos pensar entre PSDB e PT. União da terceira via não é entre partidos políticos. É entre movimentos, partidos, pessoas. É o que tá acontecendo hoje (filiação de integrantes do MBL)”, afirmou. 

 

Ainda na quarta-feira, Moro se reuniu com o movimento Vem Pra Rua, o qual também apoiou a destituição de Roussef do comando do executivo federal. Entre os assuntos discutidos pelo ex-juiz e o grupo, estão o fim da reeleição, o fim do foro privilegiado, a prisão após segunda instância, entre outras medidas.