Nordeste receberá R$ 155 mil para iniciativas de conservação da natureza

07/01/2014

Por: Assessora de Comunicação - Grupo Boticário

A Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza divulgou a lista das novas iniciativas de conservação da natureza que serão apoiadas a partir do primeiro semestre de 2014. No total, serão doados R$ 1,1 milhão para 23 novas iniciativas, em cinco dos seis biomas brasileiros, além do ecossistema marinho. [veja lista aqui]. Desse total, R$ 155 mil irão para cinco pesquisas em áreas de Caatinga e Mata Atlântica na Bahia, Pernambuco e Rio Grande do Norte.

Entre as iniciativas que receberão apoio destaca-se a que será realizada no Parque Nacional do Catimbau (PE) pela instituição pernambucana Centro de Pesquisas Ambientais do Nordeste. A pesquisa irá monitorar uma expressiva congregação de morcegos recém-descoberta na unidade de conservação, correlacionando-a às variáveis climáticas locais.

Já na Bahia, a instituição Pesquisa e Conservação do Cerrado será a responsável por um estudo sobre felinos nativos na Caatinga, como o gato-do-mato (Leopardus tigrinus), a jaguatirica (Leopardus pardalis) e a onça-parda (Puma concolor), com o foco no papel da Floresta Nacional Contendas do Sincorá (BA) e entorno como refúgio para essas populações. A grande relevância dessa pesquisa é o fato de que os felinos estão no topo da cadeia alimentar, o que os transforma em reguladores das populações de várias espécies, equilibrando o ecossistema onde vivem.

Assim como os projetos que serão realizados no Nordeste, as 23 novas iniciativas que acontecerão em todo o Brasil foram selecionadas por meio de duas chamadas públicas de editais. Um deles, o Edital Biodiversidade do Paraná, seleciona apenas pesquisas e projetos a serem realizados nesse estado, com foco especial para a Floresta com Araucárias e para a Floresta Densa do Lagamar (litoral e Serra do mar). Sete iniciativas foram aprovadas nesse edital, que é anual e realizado em parceria com a Fundação Araucária, do Paraná.

As outras 16 iniciativas foram selecionadas por meio do Edital de Apoio a Projetos. Realizado periodicamente desde 1991, ele possui duas chamadas públicas anuais, uma no primeiro semestre e outra na segunda metade do ano. As pesquisas e projetos selecionados nesta edição são de diversas regiões brasileiras e serão realizados nos biomas Amazônia, Mata Atlântica, Cerrado, Pampa e Caatinga, sendo que alguns terão foco em mais de um bioma. Para o ecossistema marinho brasileiro foram selecionadas duas iniciativas nesse edital.

Em 23 anos de atuação, a Fundação Grupo Boticário já se firmou como uma das maiores financiadoras, ligadas à iniciativa privada, de iniciativas de conservação da natureza brasileira. Ao todo, 1.377 iniciativas já foram apoiadas em todos os estados brasileiros.

Para conferir a lista completa das 23 novas iniciativas selecionadas no Edital de Apoio a Projetos e no Edital Biodiversidade Paraná, bem como os respectivos técnicos e instituições responsáveis por cada uma delas, acesse o site www.fundacaogrupoboticario.org.br, e na home page clique na seção ‘Editais’.

 

Inscrições para novos projetos começam no final do mês

As inscrições para a primeira chamada anual do Edital de Apoio a Projetos estarão abertas a partir de 31 de janeiro e podem ser realizadas até 31 de março, no site www.fundacaogrupoboticario.org.br, na seção ‘Editais’ da home.  As inscrições para o Edital Biodiversidade Paraná serão abertas no segundo semestre. Em caso de dúvidas, os interessados podem contatar a equipe de Ciência e Informação da Fundação Grupo Boticário, pelo endereço picn@fundacaogrupoboticario.org.br.

 

Sobre a Fundação Grupo Boticário – A Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza é uma organização sem fins lucrativos cuja missão é promover e realizar ações de conservação da natureza. Criada em 1990 por iniciativa do fundador de O Boticário, Miguel Krigsner, a atuação da Fundação Grupo Boticário é nacional e suas ações incluem proteção de áreas naturais, apoio a projetos de outras instituições e disseminação de conhecimento. Desde a sua criação, a Fundação Grupo Boticário já apoiou 1.377 projetos de 472 instituições em todo o Brasil. A instituição mantém duas reservas naturais, a Reserva Natural Salto Morato, na Mata Atlântica; e a Reserva Natural Serra do Tombador, no Cerrado, os dois biomas mais ameaçados do país.  Outra iniciativa é um projeto pioneiro de pagamento por serviços ambientais em regiões de manancial, o Oásis. Na internet: www.fundacaogrupoboticario.org.br, www.twitter.com/fund_boticario e www.facebook.com/fundacaogrupoboticario.