Yrahn Barreto lança álbum ´Som no Isolamento` neste domingo no You Tube

27/02/2021


 
O “Som no Isolamento” é a reunião de composições do cantor, compositor e instrumentista Yrahn Barreto, feitas durante o período de quarentena devido a pandemia que afeta o mundo atualmente. No processo de composição das canções, são muitas as reflexões sobre o cenário atual, Yrahn leva para as músicas suas sensações e percepções acerca do isolamento social.
 
O álbum tem data prevista para lançamento dia 28 de fevereiro de 2021 no youtube. Som no isolamento tem o patrocínio da prefeitura do Natal e do Governo Federal por meio da lei Aldir Blanc. Projeto contemplado na chamada pública de emergência cultural  - n˚ 04/2020. 
 
Em 10 faixas sendo 6 em parcerias com os compositores Climério Ferreira do pessoal do Ceará, o artista visual e compositor Carlos Sérgio Borges, o cantor e compositor paraibano Keneddy Costa, a poeta potiguar Jeane Araújo e a participação especial do cantor e compositor Zeca Baleiro que assina duas músicas em parceria com Yrahn e a direção artística do álbum. Yrahn explora sua sonoridade e diversidade como instrumentista ao conceber os arranjos e as composições sozinho ou online com seus parceiros. “Quando eu viajar de novo”, é a primeira dessa leva de canções compostas neste período de pandemia que teve sua versão inteiramente produzida por Yrahn Barreto em casa, é uma canção que descreve a esperança de sentir novos gostos ao viajar de novo, dando novo sentido à vida ao sair de casa num novo tempo pós pandemia. “Tempo de viver”, também composta no período de isolamento, retrata a vontade de viver e a ressignificação da vida, sua reflexão desde o olhar interno do próprio ser à importância de lutar pela vida valorizando cada momento, cada minuto para si e para o próximo.
 
Antes mesmo desse período, Yrahn começou a gravação de seu quarto álbum, fruto desse trabalho ainda em fase de conclusão, assim surge a faixa “De repente” produzida em parceria com o produtor musical Jubileu Filho. Outra canção desse novo trabalho é “Seridó”, um resgate de um poema da poeta Jeane Araújo musicado por Yrahn há anos, porém havia se perdido e agora ganha uma nova versão. “Se eu fizer uma canção” é uma balada que expressa a simples vontade de compor uma canção que pode ser de amor, uma balada que toque o coração, que entre fundo na alma de maneira sincera e calma, uma parceria feita virtualmente com o cantor e compositor Zeca Baleiro. "As nuvens passam" é a segunda composição em parceria com Carlos Sérgio Borges, artista visual consagrado no RN. “Reclame” é uma parceria com Climério Ferreira, a canção de protesto descreve a radiografia poética do Nordeste e seus valores. "De repente”, composta para o novo álbum, foi a primeira a ser produzida e lançada como Single antes da pandemia, “Nem pra casa ela voltou” É a conexão RN e PB virtualmente concebida por Yrahn Barreto e Keneddy Costa através de áudio de whatsapp. 
 
A última canção feita para o álbum leva o título de Som no isolamento, um funk que diz: “…quando isso tudo findar eu quero esta no mundo…" Esse novo trabalho de Yrahn Barreto foi todo construído a partir dessa nova realidade, a mais pura expressão do artista dentro da perspectiva num momento atípico para a humanidade de forma remota. 
 
Ficha técnica:
 
Voz: Yrahn Barreto
 
Violões: Yrahn Barreto e Jubileu Filho
 
Bateria: Larry Mateus 
 
Baixo: Jubileu Filho 
 
Guitarra: Yrahn Barreto
 
Sanfona: Carol Benigno
 
Efeitos: Yrahn Barreto
 
Programações: Érico Theobaldo
 
Captação de vozes: estúdio Sérgio Farias, exceto "De repente”gravada no Beju estúdio e a voz do Zeca, gravada no seu estúdio  
 
Gravação de bateria, baixo: Beju Estúdio  
 
Coro: Yrahn Barreto e Jamilly Mendonça 
 
 
 
Mixagem e masterização: Walter Costa
 
Direção musical: Yrahn Barreto
 
Produção musical: Yrahn Barreto 
 
Arranjos: Yrahn Barreto
 
Produção artística: Zeca Baleiro
 
Produção executiva: Jamilly Mendonça 
 
Projeto gráfico: Yrahn Barreto
 
Fotos: Jamilly Mendonça