Fiscalização apreende em Natal uma tonelada de cigarros contrabandeados

14/05/2019


Foto: Semsur
 
Cerca de uma tonelada de cigarros contrabandeados foram apreendidos na manhã desta segunda-feira (13), por agentes da equipe de Fiscalização da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (Semsur) em conjunto com a Guarda Municipal e o Núcleo de Inteligência e Tecnologia da Secretaria Municipal de Segurança Pública e Defesa Social (Semdes). Os produtos foram apreendidos no Mercado do Fogo, no Alecrim, após a Semsur receber uma denúncia anônima sobre a comercialização de produtos contrabandeados na área. 
 
Conforme constatou o Setor de Fiscalização (SCBRQA) da Semsur, boxes do Mercado do Fogo, localizado no cruzamento das avenidas Coronel Estevam com Presidente Quaresma, estariam realizando o comércio de cigarros contrabandeados e demais produtos relacionados à tabacaria. Na última quinta-feira (9), com apoio do Núcleo de Inteligência, fiscais e agentes iniciaram o monitoramento da área, uma vez que havia a suspeita da chegada de um grande carregamento no final da semana.
 
Durante a manhã de hoje (13), uma operação foi deflagrada para apurar a situação dos boxes com venda de produtos ilegais. No local, foram descobertas cerca de 310 mil unidades de cigarros, além de charutos, tabaco e outros produtos derivados de contrabando. A estimativa da Guarda Municipal é de aproximadamente uma tonelada de material contrabandeado apreendido. Ninguém foi detido em flagrante. 
 
De acordo com o chefe do setor de Fiscalização da Semsur, Antônio Carlos Falcão, a operação deflagrada nesta manhã é resultado do esforço conjunto do setor de Mercados e Fiscalização da Secretaria de Serviços Urbanos, bem como da Guarda Municipal de Natal. 
 
"É uma operação importante, não apenas por se tratar da venda ilegal de produtos, mas também por ser uma questão de saúde. Por ser um produto contrabandeado, nós não temos como saber a real unidade produtora. Não sabemos o que de fato esses cigarros têm. Eles são produtos que fazem muito mais mal do que a nicotina. Eles geralmente possuem grande teor de produtos tóxicos, muito além dos já presentes nos cigarros vendidos legalmente", destacou.
 
Todo o material apreendido foi encaminhando à Polícia Civil para as devidas providências Legais.