Cefas Carvalho

15/03/2020
 
Conclusões possíveis dos atos irresponsáveis e tresloucados deste domingo
 
Hoje, se podemos tirar uma conclusão dos atos pró-Governo e contra STF e Congresso, é que eles servem como ponto de corte. Para manter amizades e contatos, para detectar sanidade mental, para perceber que Bolsonaro ultrapassou o Rubicão é só governa para os fanáticos.
 
A irresponsabilidade em relação à Saúde Pública em meio a uma pandemia mundial será cobrada e de maneira dura. Esperemos.
 
E ao ver as fotos dos alucinados com cartazes defendendo que o Coronovírus não existe, percebemos que esse pessoal (insisto que são apenas os 15% a 20% que Bolsonaro tinha no início da campanha, os fascistas e autoritários por natureza, não votos circunstanciais) odeia qualquer tipo de ciência e conhecimento.
 
Hoje, é isso.
 
Amanhã, segunda, podemos tirar a conclusão se Tofoli, Rodrigo Maia e Alcolumbre merecem os cargos que têm e se possuem algo minimamente parecido com coragem e pulso.