O desafio de Katia Pires na sucessão de Taveira em Parnamirim

21/12/2020

Por: REDAÇÃO DO PN
O desafio de Katia Pires na sucessão de Taveira em Parnamirim
 
Com uma carreira consolidada como vereadora, a vice-prefeita diplomada Katia Pires (Dem), ainda elegeu sua filha, Carol Pires, e tem como desafio; Se consolidar como liderança no campo majoritário da política parnamirinense. 
 
Se Kátia deseja ser prefeita só tem dois caminhos: Ou recebe o apoio do atual prefeito, Rosano Taveira, que não pode mais ser candidato ao cargo de prefeito ou será candidata pela a prefeita pela oposição, rompendo com o chefe do executivo em algum momento.
 
Os exemplos do passado neste quesito podem esclarecer o que pode acontecer com a vice-prefeita diplomada Katia Pires. A vice-prefeita no primeiro mandato de Taveira, foi Elienai Cartaxo que também tinha um filho Thiago Cartaxo vereador. Tanto Elienai como quanto Thiago Cartaxo perderam seus mandatos. Elienai perdeu como vice de Nilda e Cartaxo como candidato a vereador.
 
No primeiro mandato, Taveira deu a Secretaria de assistência Social, para a então ex-vereadora, Elienai Cartaxo. Hoje se diz que esta secretaria vai para a primeira dama. Ainda não foi dito qual o espaço que Katia terá no secretariado do governo municipal.
 
O prefeito anterior a Taveira, foi Maurício Marques. O vice-prefeito do primeiro mandato de Maurício foi o então vereador Epifânio Bezerra de Lima. Este foi trocado no segundo mandato por força eleitoral de Agnelo Alves, que impôs o nome de Lucinha Thiago. Tanto Epifânio quanto Lucinha estão sem mandatos.
 
Já Maurício que foi vice-prefeito de Agnelo Alves, obteve seu apoio se tornando prefeito numa queda de braço com o vereador Antônio Batista. A formação do governo do segundo governo de Taveira, dará pistas se o atual prefeito poderá apoiar ou não Kátia Pires para sua sucessão.
 
No primeiro mandato, o prefeito Agnelo se elegeu derrotando Raimundo Marciano. Quem foi seu vice-prefeito? Exatamente Francisco Cabral, que estava vice-prefeito do oponente de Alves. Como se sabe, no segundo mandato, Cabral foi trocado por Maurício Marques. Hoje, tanto Maurício quanto Cabral, estão sem mandatos.
 
Como se percebe, nos últimos, apenas Maurício na condição de vice-prefeito recebeu o apoio do então chefe do executivo, no caso Agnelo Alves. Ninguém se viabilizou pela oposição até agora. Katia sempre se mostrou habilidosa no xadrez político de Parnamirim. Agora vive o maior desafio de sua carreira, não cair como Cabral, Epifânio e Elienai.