"Temos um compromisso de cidadania com o estado", afirmam professores da UERN

11/02/2021

Por: Redação PN

 

 

          Nesta quinta-feira, no jornal Potiguar Notícias - Primeira Edição, o jornalista Otávio Albuquerque entrevistou os professores Paulinho e Kelânia, pré-candidatos a reitor e vice-reitora da UERN (Universidade Estadual do Rio Grande do Norte), que falaram sobre suas propostas de campanha, da ampliação da assistência estudantil, além do processo de interiorização da universidade.

          Segundo os candidatos, este momento é importante para a discussão política na universidade, no sentido de apontar caminhos plausíveis e na defesa, sobretudo, da autonomia universitária. Para eles, além do estabelecimento do diálogo, a proposição de uma gestão democrática e descentralizada, permeada de ações humanizadoras, também devem ser pautas centrais na campanha que promovem.

         Em relação à assistência aos estudantes neste período de pandemia, os professores ressaltam: "no semestre passado, a universidade, através de um edital, ofertou bolsas de auxílio para os estudantes. No entanto, neste início de 2021, a partir de uma decisão que não ficou clara, esses benefícios foram reduzidos e só temos a oferta de 500 bolsas. Na verdade, nós entendemos que esse número não é capaz de satisfazer as necessidades das comunidades estudantis que atendemos, uma vez que temos alunos com muitas dificuldades no acesso à internet e aos aparatos tecnológicos que possibilitam a inserção nas aulas. Portanto, precisamos resolver esses problemas". 

          No que se refere à presença da UERN no interior do estado, os pré-candidatos à reitoria salientam: "esse assunto é fundamental, na medida em que muitas cidades expressam o desejo de ter a universidade, possibilitando, assim, o desenvolvimento educacional de seus cidadãos. No entanto, embora haja a vontade de nossa parte em resolver essa questão histórica, precisamos propor a interiorização da academia de forma responsável; e, neste momento em que enfrentamos escassez de recursos, temos que fazer um estudo adequado para dar prosseguimento a essa expansão, até porque temos um compromisso de cidadania com o estado", finalizam. 

 

Para assistir a entrevista, acesse o link: https://youtu.be/4KREns79htQ