A partir de sábado, pesquisas de intenção de voto para eleições deverão ser registradas no TSE

29/12/2021


Foto: Abdias Pinheiro/SECOM/TSE
 
A partir do dia 1º de janeiro, os institutos e empresas de pesquisas de intenção de votos para eleição presidencial de 2022 terão que fazer um registro prévio dos seus resultados no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O relator do documento que atualiza a resolução é o ministro do STF e presidente do TSE, Edson Fachin.
 
Segundo o texto da nova norma, o cadastro deve ser feito até 5 dias antes da divulgação do estudo. As informações devem ser cadastradas no Sistema de Registro de Pesquisas Eleitorais (PesqEle). 
 
A resolução sobre o registro prévio e divulgação dos resultados das pesquisas foi aprovado no dia 16 de dezembro. O 1º turno das eleições está marcado para o dia 2 de outubro de 2022.