Inflação oficial fecha abril em 1,06%, maior índice para o mês desde 1996

11/05/2022


Foto: Reprodução

 

Inflação oficial fecha abril em 1,06%. Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou nesta terça (11), o pelo IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor - Amplo) acelerou e marca o maior índice para o mês desde 1996.

Com alta de 2,48%, a gasolina ajudou a acelerar o IPCA. Sem previsão de um plano econômico para conter a inflação, o país segue sem resposta para os seguidos aumentos nos produtos. De acordo com o IBGE, isso afeta 8 em cada 10 itens pesquisados pelo IBGE.

Alimentos como leite, batata, óleo de soja, pão francês, carne apresentam aumento no preço. Além disso, os valores do etanol, do diesel seguem em disparada. Esses são os itens mais afetados pela inflação.

Para se ter uma noção, os alimentos marcaram 2,06% no mês. No acumulado do ano, o índice está em 12,13%, acima do teto da meta definida pelo Banco Central, que é de 5%. Trata-se da maior inflação no período de um ano desde outubro de 2003 (13,98%).