Aliança Energia inaugura Complexo Eólico Acauã no Rio Grande do Norte

21/05/2024 23h15


Aliança Energia inaugura Complexo Eólico Acauã no Rio Grande do Norte

Foto: Divulgação
 
 
Nesta terça-feira, 21 de maio, a Aliança Energia inaugurou o Complexo Eólico Acauã, localizado no estado do Rio Grande do Norte, com 26 aerogeradores, capacidade instalada de 4,2 MW cada, distribuídos em quatro parques eólicos nos municípios de Santana do Matos, Lagoa Nova, São Vicente e Tenente Laurentino Cruz.
 
O evento foi realizado na área do aerogerador BST 11, que compõe o Parque Acauã II, e reuniu autoridades estaduais e municipais, lideranças comunitárias, Polícia Militar, além de representantes do Conselho Administrativo da Aliança, da Associação Brasileira de Energia Eólica (ABEEólica) e das empresas responsáveis pela execução da obra, como Alvarez & Marsal, WEG, Elastri, Engelmig, Afaplan e SNEF Brasil.
 
O empreendimento conta com uma linha de transmissão de 17,7 km de extensão, com 53 torres de aço galvanizado, que conecta o complexo à subestação, integrando a energia gerada ao Sistema Interligado Nacional (SIN). Com potência instalada de 109,2 MW, o complexo poderá abastecer cerca de 580 mil residências no padrão médio de consumo do Nordeste.
A construção do projeto gerou mais de 800 empregos, grande parte ocupados por moradores do Rio Grande do Norte. O investimento total no complexo é de R$ 732 milhões.
 
Carlos Henrique Afonso, diretor administrativo do Complexo Eólico Acauã, destacou a importância do projeto. "A conclusão deste importante empreendimento contribuirá para a geração de energia renovável na matriz elétrica brasileira. Ressaltamos a importância de cada colaborador que participou desta obra, tornando-a referência em práticas seguras e sustentáveis no setor", destaca.
 
Aliança Energia
 
A Aliança Energia é uma empresa brasileira com sede em Belo Horizonte, Minas Gerais, que atua no mercado de geração e comercialização de energia elétrica. É uma das maiores companhias privadas do setor no Brasil, com capacidade total instalada de 1.298,6 MW, por meio de sete usinas hidrelétricas em operação em Minas Gerais, e dois Complexos Eólicos no Ceará.