Cláudia Fragoso

19/12/2021

 

QUAL A MELHOR FORMA DE AMAR? (PARTE II)

 

Se eu me sinto mais amado ganhando presentes quero que o outro também se sinta amado como eu me sentiria e acabo ofertando mais presentes! Tudo certo, né? Não!! Cada pessoa se sente mais amado de uma maneira diferente e demonstrar o seu amor pelo outro da forma como sente mais o afeto pode ser um tiro que sairá pela culatra! 

Segundo o autor de “As cinco linguagens do amor”, Gary Chapman existem 5 principais formas de amar e ser amado! Sugiro fortemente que leia o meu texto anterior para aprofundar a compreensão sobre o que irei falar a partir de agora.

Pode ser um erro fatal basear a necessidade de afeto do outro na sua! Isso pode simplesmente ser o fim de uma amizade, um afastamento entre mãe e filho ou um divórcio. Acredito que não é o que você deseja! Então, se você já sabe qual é a sua linguagem do amor (e se ainda não descobriu, leia o texto anterior!), resta saber qual a linguagem das pessoas que mais ama! Sim, saber só a sua maneira de sentir mais amado não é o suficiente, você precisa saber a do outro. E para que não restem dúvidas, se ficou dividido entre 2 ou 3, pense em qual dessas linguagens seria praticamente impossível sustentar uma relação. O que você não viveria sem? Presentes, toque físico, ajuda no dia a dia, companhia real ou palavras de afirmação? Lógico que aqui estou só pontuando de forma bem resumida, você precisa pensar bem para identificar qual a sua e a do outro.

Sabendo qual a sua forma de amar e a dos outros (de todos aqueles que você mais ama!), você tem muito mais chances de criar vínculos fortes e verdadeiros. Como isso é possível? Adequando-se à forma de se sentir amado do OUTRO! “Ah, mas eu não sou de dar presentes! ”. Seja, simples assim! Quem se sente amado dessa forma é o outro e ele é importante para você, não é verdade? Por isso deve esforçar-se para que ele se sinta cada vez mais amado! “Isso me parece tão fake!”. Fake é manter uma relação baseada no que é importante para VOCÊ! Amar é doação, é decisão e não sentimento! O amor não é uma mágica! Não é porque você ama que automaticamente o outro se sente amado! Você precisa fazer a sua parte!

Pode ser que ler essas palavras tenha sido um choque para você e esperasse algo mais “romântico”! Para mim romantismo é exatamente isso, doar-se ao outro! Estamos às vésperas de natal! O que Deus fez por nós? Deu em sacrifício seu único e amado filho por nós! Será que Ele fez isso porque era a forma como Ele se sentia amado? Para mim Ele fez isso porque era necessário, era a forma que nós entenderíamos o amor Dele por nós! E olha que muitas vezes ainda nem entendemos! Acredito que é isso que Ele quer de cada um; que possamos abrir mão do que queremos e passemos a olhar para o que é importante e necessário para o OUTRO!

Um Feliz Natal para você, com muito amor (do jeito que sente mais amado!)